Buscar
  • Gisele Letieri

Pela primeira vez, foram detetados microplásticos na corrente sanguínea

Atualizado: há 1 dia

Ainda não se sabe como é que estas partículas se comportam no corpo humano nem os impactos na saúde

Pela primeira vez, foi detetado plástico no sangue humano. São conclusões alarmantes de um recente estudo realizado em Amesterdão, nos Países Baixos, que detetou diferentes tipos de microplásticos na corrente sanguínea, em 80% das pessoas testadas.

Comemos, bebemos e respiramos plástico. A ciência já tinha encontrado e provado a existência de microplásticos nas fezes, na pele e na placentas humana. Agora, não restam dúvidas de que o plástico entrou na nossa corrente sanguínea.

O estudo realizado em Amesterdão analisou amostras de sangue de 22 dadores e foram encontradas partículas de plástico em 17. Metade das amostras continha pet, usado de forma comum nas garrafas de bebidas. Um terço continha Poliestireno, usado para embalar comida e, um quarto, Polietileno, que encontramos, por exemplo, em sacos de plástico.

O grande desafio da ciência é agora perceber como é que estas partículas se comportam no corpo humano e deslindar o real impacto na saúde humana. Ainda que outros estudos, entretanto divulgados, já tenham mostrado ligação a problemas hormonais, disfunção erétil, obesidade, puberdade precoce e alguns tipos de cancro.








Fonte:

https://cnnportugal.iol.pt/estudo/sangue/pela-primeira-vez-foram-detetados-microplasticos-na-corrente-sanguinea/20220325/623e29990cf2cc58e7ea8ac5

0 visualização0 comentário