Parceria Mar Sem Lixo Olodum e Voz dos Oceanos

Atualizado: 4 de jul.


Da orla norte do Atlântico até a Baía de Todos os Santos — a segunda maior baía do mundo — reside o estado brasileiro que faz jus ao próprio nome. Em sua expedição pela costa brasileira, a Família Schurmann desembarcou, em novembro de 2021, em Salvador (BA), onde assinou uma carta de compromisso com o Olodum. Agora, o resíduo plástico das praias de Salvador vai se transformar em baquetas, bijuterias e souvenires do grupo.


“A gente é baiano por causa do mar”, diz João Jorge sobre o lugar onde nasceu, cresceu e continua a ser palco para a instituição sociocultural e política que dirige e coordena: o Olodum.


Numa imensidão litorânea que se estende por 934 km, a terra ritmada de João Jorge é também casa de Iemanjá, orixá que representa a religiosidade e as identidades locais. “O mar sempre me fascinou”, declara ele, que passou a infância observando os pescadores e as oferendas à rainha dos mares pelas baías de Salvador.


A parceria


Entre os destinos mapeados para a rota dos Schurmann para difundir a cultura oceânica e a conscientização, a família escolheu Salvador para sediar uma mini indústria de reciclagem plástica, iniciativa que será levada pelo Voz dos Oceanos a comunidades carentes pelo mundo, e que agora chega à capital baiana em uma integração com o Olodum e o Projeto Mar Sem Lixo (ONG sem fins lucrativos).


A ação consiste na produção de artefatos como souvenires, bijuterias, mini tambores, baquetas, tudo a partir de resíduos plásticos retirados dos oceanos. À frente da captação do lixo para a reciclagem está o Projeto Mar Sem Lixo, enquanto o Olodum se compromete na missão social de envolver pessoas aliadas ao movimento, de periferias e comunidades carentes de Salvador.


Os produtos serão comercializados em pontos de venda oficiais como a Casa do Olodum e a Escola Olodum – toda renda será revertida para o trabalho social e inclusivo realizado pelo grupo e na remuneração de colaboradores envolvidos no projeto.


https://vozdosoceanos.globo.com/especial-publicitario/kaiak/voz-dos-oceanos-encontra-o-olodum-no-balanco-das-aguas/




6 visualizações0 comentário